Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

Cuidados básicos ao baixar arquivos - 15/01/2013

Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

RedLabel™

avatar
ADMINISTRADOR
ADMINISTRADOR
Você sabe oque é Vírus?

Um vírus de computador é um software malicioso desenvolvido por programadores que, tal como um vírus biológico, infecta o sistema, faz cópias de si mesmo e tenta se espalhar para outros computadores, utilizando-se de diversos meios.
A maioria das contaminações ocorre pela ação do usuário, executando o arquivo infectado recebido como um anexo de um e-mail. A contaminação também pode ocorrer por meio de arquivos infectados em pen drives ou CDs. A segunda causa de contaminação é por Sistema Operacional desatualizado, sem correções de segurança, que poderiam corrigir vulnerabilidades conhecidas dos sistemas operacionais ou aplicativos, que poderiam causar o recebimento e execução do vírus inadvertidamente. Ainda existem alguns tipos de vírus que permanecem ocultos em determinadas horas, entrando em execução em horas especificas.


O fazer para não pegar essas coisas?


Antes de baixar qualquer tipo de arquivo nos tópicos, verifique o SCAN que geralmente fica junto ao download ou identifique ele no tópico.
- Caso o scanner estiver limpo 0/0, mais mesmo assim você não acha ele confiável, baixe e faça seu próprio scanner, caso exista mais de 30% de vírus no arquivo reporte ele por
" Postagem de Vírus ".

Faça seu scanner através do site:[Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]

- Sem não estiver presente no tópico o scanner com download, reporte o infrator por " Arquivo Sem Scan ".

Como Identificar de um Modo Diferente


Repare que o arquivo tem um nome diferente do postado no tópico, isso já é uma das grandes provas.


Vamos aprender um pouco mais sobre os Vírus.

Vamos nos prevenir ainda mais!
O correto mesmo é utilizar programas antivirus, como por exemplo:




O Kaspersky Internet Security é um dos mais renomados aplicativos de proteção, destaque em um mercado repleto de ótimos concorrentes. Desenvolvido pela Kaspersky Labs, uma empresa russa, o software conquistou seu espaço, mesmo sendo pago e disponibilizando suas funções gratuitamente por um período limitado de tempo.

Como é de praxe, todo ano uma nova versão é lançada, com recursos aprimorados e novidades que tornam a navegação na internet um pouco mais segura. O ano de 2012 ainda está longe, mas a Kaspersky disponibiliza a primeira versão de testes de seu novo aplicativo, permitindo que você sinta um pouco de tudo que vem por aí.


O Avast! Free Antivirus trava uma constante batalha com o AVG pelo posto de antivírus mais baixado.

Além da tradicional qualidade e a eficiência de sempre, o Avast! Free Antivirus 7 conta com reformulação em sua interface, mecanismo automatizado para a contenção de possíveis ameaças (o chamado sandbox), melhor proteção dos navegadores e mais um variado leque de ferramentas para você evitar ser afetado pelos ataques de malwares.


O AVG continua com o título de antivírus mais baixado do Baixaki. Ao longo dos anos, ele conseguiu esse posto com seus recursos funcionais e, principalmente, com a eficiência na detecção e eliminação de malwares.

Depois de ter recebido consideráveis melhorias em seu desempenho na edição anterior (como arquivo reduzido e menor consumo de memória RAM), desta vez a desenvolvedora do aplicativo manteve o foco na segurança proporcionada pelo seu produto.

A versão 2013 deste antivírus acaba de sair do forno e traz uma reformulação em sua interface, novos recursos de proteção em nuvem e mecanismos para aumentar a segurança de acessos a redes Wi-Fi.


Microsoft Security Essentials 4 é a nova versão do sistema antivírus da Microsoft. O programa, que fez grande sucesso desde seu lançamento, apresenta algumas melhorias pontuais e conseguiu simplificar ainda mais o visual que já faz dele um dos nomes mais populares quando o assunto são antivírus gratuitos.

A Microsoft mostra que está levando a sério a ideia de avançar ainda mais nesse frutífero mercado de segurança. Para isso, equipa seu antivírus com funções bem interessantes no que toca o aprimoramento da proteção e aumento de performance, tudo isso sem deixar de lado a leveza e a funcionalidade.

Obs: todos estes programas antivírus você encontra no [Você precisa estar registrado e conectado para ver este link.]
Tipos de vírus de computador:

Legenda:
• Tipo.
• Característica.
• Chance de seu computador se restaurar
• Proteção



Arquivo
- Vírus que anexa ou associa seu código a um arquivo. Geralmente, esse tipo de praga adiciona o código a um arquivo de programa normal ou sobrescreve o arquivo. Ele costuma infectar arquivos executáveis do Windows, especialmente.com e .exe, e não age diretamente sobre arquivos de dados. Para que seu poder destrutivo tenha efeito, é necessário que os arquivos contaminados sejam executados.
- 55%
- O uso de antivírus.

Backdoor

- Como o próprio nome diz, é um vírus que permitem que hackers controlem o micro infectado pela "porta de trás". Normalmente, os backdoors vêm embutidos em arquivos recebidos por e-mail ou baixados da rede. Ao executar o arquivo, o usuário libera o vírus, que abre uma porta da máquina para que o autor do programa passe a controlar a máquina de modo completo ou restrito.
- 0%, ou seja, caso se não formate seu computador o mais rápido possível o cracker (lançador) irá roubar arquivos importantes como Banco.
- A proteção mais comum contra Backdoors em computadores pessoais é o uso de firewall e de IDS. De modo geral, Backdoors que atuam através da internet podem ser facilmente detectados pelo sistema IDS ou impedidos de atuar pelo firewall.

Boot
- Vírus que se infecta na área de inicialização dos disquetes e de discos rígidos. Essa área é onde se encontram arquivos essenciais ao sistema. Os vírus de boot costumam ter alto poder de destruição, impedindo, inclusive, que o usuário entre no micro.
- 30%
- Uso de senha.

Cavalo de Tróia
- O cavalo de Troia é um programa que tem um pacote de vírus que é usado geralmente para destruir um computador. os cavalos de Tróia permitiam que o micro infectado pudesse receber comandos externos, sem o conhecimento do usuário. Desta forma o invasor poderia ler, copiar, apagar e alterar dados do sistema. Atualmente os cavalos de Tróia agora procuram roubar dados confidenciais do usuário, como senhas bancárias.
- Dependerá do tempo presente e a força existente nele.
- Antes de mais nada, para evitar que máquina seja vítima de um ataque do cavalo de tróia, evite rodar qualquer arquivo executável encontrado na rede ou recebido por e-mail. Mesmo que você receba um executável de um conhecido ou amigo, procure saber antes a procedência do mesmo.
• O controle deve começar pela identidade digital do usuário. Login e senha são identificações particulares que merecem o máximo cuidado e sigilo. A troca periódica da senha é um bom começo para quem não quer dar chance ao azar.
• A maioria dos programas anti-vírus combate alguns dos Cavalos de Tróia comuns, com vários graus de sucesso.
• Há também programas "anti-cavalos de Tróia" - software bastante específicos - disponíveis.
• Mas sua melhor arma ainda é o bom-senso e o "conhecimento".

Script
- Vírus programado para executar comandos sem a interação do usuário. Há duas categorias de vírus script: a VB, baseada na linguagem de programação, e a JS, baseada em JavaScript. O vírus script pode vir embutido em imagens e em arquivos com extensões estranhas, como .vbs.doc, vbs.xls ou js.jpg
- 75%
- Uso do antivírus.



Equipe Cyber Cheats

Ver perfil do usuário http://cybercheats.forumbrasil.net

Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum